sexta-feira, 25 de março de 2011

Te Amarei Até a Morte


Quando eles se conheceram ela tinha quinze anos
Como uma rosa negra silvestre desabrochando
E ela já sabia que ela iria morrer

"Como será o amanhã sem você?
Esse é o nosso último adeus?"

Ela ficava mais fraca a cada dia
Enquanto as folhas do outono voavam soltas ao vento
Até que um dia ela contou a ele:
Eu irei morrer...

"Como foi o verão para você? -
Ela perguntou a ele com um sorriso.
Como será o amanhã sem você? -
Ele respondeu com o silêncio."

Ela disse:

Eu sempre estarei com você
Eu sou a âncora do seu sofrimento
Não há fim para o que eu irei fazer
Porque eu te amo, te amo até a morte

Mas o sofrimento era muito profundo
A montanha, até à base, caiu
E as feridas nunca se curariam
Porque a dor da perda
Era maior do que ele podia sentir

Ele disse:

Eu sempre estarei com você
Ao lado da âncora do meu sofrimento
Tudo que sei, ou que irei saber um dia
É que eu te amo, te amo até a morte

"Como será o amanhã sem você?
Esse é o nosso último adeus?"

(Solo)

Eu sempre estarei com você
Eu sou a âncora do seu sofrimento
Não há fim para o que eu irei fazer
''Porque eu te amo''...

Nenhum comentário:

Postar um comentário